19 de junho de 2008

Casa Bola

[ vista externa com a "chaminé girafa" + vista da cozinha ]

[ vista do living + quarto de casal ]

[ vistas internas ]

O arquiteto Eduardo Longo tinha o desejo de sugerir novas maneiras de viver na cidade sem ocupar grandes terrenos planos, e acreditava que, no futuro, as casas seriam redondas e feitas de material leve para voarem na carona de um grande dirigível, e assim as pessoas poderem morar cada dia em um lugar. Foi assim que ele projetou a Casa Bola, no bairro Itaim em São Paulo, hoje sua residência. Na casa, os ambientes são espalhados em quatro pavimentos, sendo três quartos, cozinha, banheiros e living com espaços reduzidos, onde tudo foi desenvolvido sob medida sem perder o conforto. Para o arquiteto, menos é tudo: “Optei por não ter nada além do necessário. Ao longo do tempo fui me livrando dos excessos, levantei a bandeira do anticonsumismo e, com isso, parti em busca da minha essência. (...) Livre de objetos, você começa a valorizar mais as pessoas, descobre que elas são fundamentais para se viver bem”. Isso que é lição de vida!

2 comentários:

zazoza disse...

genteeee casa bola. entao, o pai da minha amiga de sao paulo (o luciano) morou no prototipo da casa bola quando se mudou da italia pra sao paulo. hahahaha. beijos

Maria Juliana disse...

Amei o site, é a primeira vez que visito vocês, mas tenho que confessar, não gostei dessa casa, não!
Beijos, Maria Juliana